De cara nova

Finalmente mudei a cara do blog.
Estava precisando fazer isso há tempos.
Dar um ar de "tudo novo" por aqui, e nada melhor que este template maravilhoso da Miss Jen pra me ajudar nesta empreitada. Quem ainda não conhece, vale muito a pena, os templates são lindos!
Mudei também, porque além de não estar mais animada pra entrar aqui com aquele template todo preto (cruzessssss), ainda tinha duas papagaias no meu ouvido meio que me forçando a isso! Que ela e ela não me leiam ;)
Então acho que é isso...blog novo, de cara nova.
Vamos ver se agora me empolgo e coloco aqui um kit novinho que terminei esses dias.
Ééééééééé eu ainda faço kits, não como antigamente, mas faço sim.
Então aguardem!!!!
Beijos enormes em todas e todos, é claro, que vêm aqui me visitar!

Marcadores:

Ninguém é melhor que ninguém

Conta-nos uma antiga parábola que, certo dia, um alfinete e uma agulha encontraram-se numa cesta de costuras. Estando os dois desocupados, começaram a discutir, porque cada um se considerava melhor e mais importante do que o outro:

"Afinal, qual é mesmo a sua utilidade?" disse o alfinete para a agulha. "E como pensa você vencer na vida se não tem cabeça?"

"A sua crítica não tem a menor procedência" respondeu a agulha rispidamente. "Responda-me agora: de que te serve a cabeça se não tem olho? Não é mais importante poder ver?"

"Ora, e de que lhe vale seu olho se há sempre um fio impedindo a sua visão?" retrucou o alfinete.

"Pois fique sabendo que mesmo tendo um fio atravessando o meu olho, eu ainda posso fazer muito mais do que você."

Enquanto se ocupavam nessa discussão, uma senhora pegou a cesta de costura, desejando coser um pequeno rasgo no tapete.
Enfiou a agulha com linha bem resistente e se pôs a costurar o mais rápido que pôde. De repente a linha emaranhou-se, formando uma laçada que dificultou o acabamento da costura. Apressada, a mulher deu um puxão violento que rompeu o olho da agulha.

Tendo que ultimar aquele trabalho, ela amarrou a linha na cabeça do alfinete e conseguiu dar os pontos finais; mas na hora de arrematar, a cabeça do alfinete se desprendeu.
Impaciente com tudo, jogou a agulha e o alfinete na cesta e saiu resmungando.

Ambos estavam enganados: o alfinete e a agulha! Nenhum dos dois era insubstituível. Nenhum dos dois era perfeito. Nenhum dos dois era tão versátil que pudesse julgar-se com o direito de se considerar melhor do que o outro.


Considerações Finais:


Ninguém é tão completo e nem tão competente que não possa ser substituído. Ninguém é tão polivalente que se julgue com o direito de se considerar melhor do que os outros.

Existem pessoas que se mostram presunçosos e arrogantes em relação às suas habilidades, até o dia em que são superados, e só então quando se encontram empoeirados pela falta de uso descobrem quase tardiamente que não são em nada melhores do que o seu semelhante.

Se julgássemos mais susceptíveis à erros, talvez erraríamos menos.

Quando queremos provar nossa aparente capacidade, nossa nudez se torna visível, ainda que estejamos vestidos.

Somos todos iguais perante o Pai, mas ainda somos humanos.

...há meses não posto nada aqui no blog. Ultimamente não tem me sobrado tempo, nem pique.
Mas hoje senti que deveria passar por aqui, aí lendo a mensagem de uma amiga me deparei com esse texto, achei legal e resolvi colocar aqui.
Esses dias os acontecimentos no mundo do scrap tem deixado todo mundo nervoso, chateado, apreensivo...no momento em que as pessoas mais deveriam se unir, elas acabam se separando...sei lá o que é isso, o que significa esse sentimento de querer jogar o nome do compatriota na lama. Mas perai, o que é patriotismo mesmo, hein????
...bom, perai que vou ali vomitar e já volto!



Web This Blog



Name: Valéria Gouveia
From:
About me:



"Para fazer uma obra de arte não basta ter talento, não basta ter força, é preciso também viver um grande amor."
Wolfgang Amadeus MOZART

More..


Layout by
Shabby Miss Jen


Fonte
2Peas Amazing


© 2006 ValGouveia - Scrapbooking Digital | Blogger Templates by GeckoandFly.